Imposto de Renda: Entenda as obrigatoriedades e como deve ser sua declaração!

Contribuintes já podem enviar a Declaração de Imposto de Renda deste ano, referente ao ano-base de 2021. O serviço foi disponibilizado no dia 7 de março e vai até o dia 29 de abril, para pessoas físicas. 

No ano de 2022, o prazo para Declaração de Imposto de Renda será dos dias 7 de março a 29 de abril. 

O prazo é válido para a declaração de pessoa física (IRPF), referente ao ano-base de 2021. 

A declaração pode ser enviada pelo aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível pelo Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (E-CAC).

Para aqueles que têm conta no sistema gov.br nos níveis ouro e prata, que desejarem que os dados sejam preenchidos automaticamente, terão que esperar até o dia 15 de março, para que a declaração pré-preenchida seja disponibilizada.

A multa vai de 1% a 20% sobre o imposto devido, para quem perder o prazo, e terá o valor mínimo de 165,74 reais.

Assim como já ocorrido anteriormente, no ano de 2019, as restrições do Imposto de Renda deste ano serão feitas em 5 lotes.

Os pagamentos do primeiro lote começam no dia 31 de maio e vão até dia 30 de setembro, seguindo a ordem de prioridade, que já é estabelecida em lei.

A novidade do ano de 2022 é que os contribuintes podem informar sua chave pix, assim o recebimento da restituição será feito com maior facilidade. 

Porém, esta condição é limitada para aqueles que têm o CPF como chave pix. E para quem não se adequa nessa condição ou não deseja, outras opções como conta corrente e poupança continuarão disponíveis.

Por fim, aqueles que têm impostos a pagar, poderão parcelá-las em até oito vezes e o pagamento poderá ser feito via pix.

A Receita Federal estima que 31,7 milhões de contribuintes enviem a declaração neste ano e devem declarar o imposto de renda obrigatoriamente aqueles que:

  • Receberam rendimentos tributáveis acima de R$28.559,70 em 2021;
  • Com rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte de mais de R$40 mil;
  • Possuem patrimônio de mais de R$300 mil;
  • Tem ganho capital na alienação de bens, direitos ou fizeram operações de valores, incluindo dependentes.

Vale lembrar que:

  • Independente da renda, a declaração também é obrigatória para quem passou a residir no Brasil no ano de 2021 e para quem vendeu imóveis residenciais e comprou outro em até 180 dias.

É recomendado que o contribuinte acesse o aplicativo e envie seu imposto de renda o mais breve possível, pois aqueles que enviarem a declaração primeiro, recebem a restituição nos primeiros lotes.

Atente-se!

Declarar o imposto de renda corretamente é importantíssimo! Por isso, conte com ajuda de profissionais que possuam experiência na área!

Está precisando de ajuda? Conte com a CMP!

Acompanhe nossas redes sociais, conheça melhor a CMP e entenda como nossa empresa pode ajudar!



×